.

" Em momentos de crise, só a imaginação é mais importante que o conhecimento".
(Albert Eisten)

sábado, 14 de junho de 2014

Teixeira de Freitas


       Uma nova cidade, nova jornada. 
       O meu trabalho me disponibiliza sempre conhecer lugares novos, e a bola da vez é Teixeira de Freitas, no sul da Bahia, nunca fui nesta cidade, mas espero conhecer a comunidade BDSM da cidade.

        

        Fazer amigos, conhecer brinquedos, me divertir, e se tiver alguém na cidade, eu gostaria muito de conhecer, e se for um grupo melhor ainda. Chego no dia 19/06, e quero saber o que esta cidade tem de bom.


domingo, 27 de abril de 2014

Tempo X Novos brinquedos

Estranho, hoje eu consegui tempo para escrever, e estou com novos materiais para fazer novos brinquedos, quando ficarem prontos eu aviso, mas olhe o potencial de cada um deles.


dois rolos de silver tape de 50m, ganhei ontem dá para imobilizar muitos escravos.


Prendedores de madeira, vou colocar em uma corda de nylon, como eles não tem garras, não vão retirar a pele quando forem puxados.


1,50m de cabo de aço, imagine o chicote que isso não vai dar!


abraçadeiras de pvc, usadas para canos e cabos, eu uso para cbt, fica lindo.


Este foi o chicote que usei no ultimo escravo, novinho em folha, dois em um, uma colher de pau, para cbt e bater na bunda do escravo, e na ponta, cabos de fone de ouvido, ganhei em um voo, retirei as pontas, e usei como chicote, por ser fininho, faz um lindo estrago, e o escravo pula.

domingo, 20 de abril de 2014

Mais do mesmo II

Sei que já usei este título e não tem nada a ver com o o segundo, mas é sempre bom repetir brincadeiras, claro que as novas brincadeiras, sempre dão um ponto de prazer, novo e inesperado, pois vai fazer algo que ainda não fez, mas ter alguém que sabe como seu corpo funciona, e de como gosta das coisas, e como te agradar, é muito bom também, então sem mais delongas. Segue as fotos de um brinquedo antigo, de uma nova forma. Só posso dizer que me diverti muito, eu sempre me divirto, e isso aconteceu a uns dois meses atras, mas andei sem tempo para postar, e também não posto todas as brincadeiras.


amarado bem esticado, porta e guarda corpo.

olha a bunda como é gostosa. E estes prededores tem garras, e é claro tirei com o chicote.


Um final de semana quase completo


Sei que o quase atrapalha, tive um fim de semana quase completo, quase por que só aproveitei a metade dele, mas apenas de ter sido pouco tempo, dois dias ao invés de quatro, para mim foi um bom fim de semana.
Recebi um escravo no apartamento que estou morando em São José do Rio Preto. Ele me serviu bem, fiz várias brincadeiras com ele. Na sexta feira chegou as 13:30 demorou muito, eu já estava com fome, então preparei o meu almoço, almoçamos, e ele foi arrumar a cozinha, é claro, depois começamos a brincar, como depois do almoço dá aquele soninho, coloquei o cinto de castidade o gancho, e o prendi no suporte da TV, enquanto eu descansava na cama, assim dava para ficar olhando para ele foi quando tirei a primeira foto, depois disso terei várias fotos, ele passou o dia e a noite, de coleira e acorrentado, pois todas as tarefas domésticas, e as brincadeiras, que fiz com ele, ele estava acorrentado, pés e mãos, presos por corrente, eu acho que ele até se acostumou com elas, a dificuldade era alcançar lugares mais altos.
E adorei ver seu corpo vibrando, quando coloquei meu plug inflável que vibrava, mas acho que ele não suportou bem o chicote, e mesmo não se divertindo como eu. Fez tudo o que se propôs a fazer. É isso que me faz sentir orgulho de um brinquedo.
Apesar de incompleto, foi muito divertido.

Amarrado no suporte da TV e com cinto.

E também com o gancho. Foram poucas horas.

correntes nos pés e mãos, usou por dois dias, e é claro o bondage nos genitais.

olha que marcas lidas, feitas com chicote de fone de ouvido.

Mascas do mesmo chicote.

Arrumando a cozinha, com avental é claro.

lavando as cordas.

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Um fim de semana em BH

Enfim, depois de passar quase um mês em São José do Rio Preto, chegou meu fim de semana de folga, tinha muita coisa a resolver, minha vida fica meio bagunçada quando estou viajando, tenho apenas um fim de semana para resolver tudo, e nunca nunca dá.
Tenho vontade de visitar amigos, mas também é difícil conciliar horários, bem, desta vez resolvi parte dos problemas pessoais, não vi os amigos que queria, mas pelo menos deu tempo para brincar, claro que para isso, quando queremos, arrumamos tempo. 
Já tinha uns dois meses, que estava conversando com um novo escravo, como não deu para nos vermos quando fiquei em BH, pois no final do ano que deveria estar em BH, fui ver minha vózinha, eu sempre tenho muitas saudades dela, ela já tem 85 anos, então todo tempo livre que eu tenho, maior de 15 dias, eu dou um jeito de ir vê-la. Bem voltando ao escravo, depois de muito conversar, parecia que o conhecia a mais tempo, nos encontramos no aeroporto e fomos direto para o Motel, perto da minha casa, quem me conhece sabe que gosto de comodidade. 
Bem chegamos ao motel, ele ficou surpreso com o peso de minha mala. Claro que estava realmente pesada, mas também é uma forma de aguçar a curiosidade, claro que é impossível usar todos os brinquedos que estão guardados nela, em um único dia, nem se a brincadeira durasse 24 horas, não daria. Lá dentro mandei que tirasse a roupa, ele tirou, blusa, calça, meias, tênis e ficou de cueca, por que esta vergonha? É para ser assim unilateral mesmo, pois não tirei nem o tênis, e sim eu vou brincar de tênis, não sei por que todo mundo acha que toda Domme, anda de roupa de couro, bota 7/8 com salto Luís XV, se estão esperando isso de mim, esqueça eu não me fantasio de Domme, eu sou Domme.  
Continuando, mandei tirar também a cueca, ele ficou meio sem graça no começo, mas todos ficam, tem uma coisa nele que adorei, a resistência a dor, por que mesmo depois de meia com o prendedores de mamilos, quanto tirei não escutei nem um pio, nem um leve gemido, nem senti o corpo vibrando por causa da dor. Fiquei surpresa, pois não é comum. Gostei também da sua bunda, linda redonda, e fica mais bonita ainda depois de várias chicotadas, pois fica vermelha e quente.
Mas o que eu queria contar, foi a brincadeira nova que eu fiz. Sempre se pode fazer algo novo, mesmo com os mesmos brinquedos. Como tínhamos um certo tempo, eu fiz mumificação nele, foram quase três rolos de plástico filme, brinquei um pouco com meu chicote de fio de telefone, depois o virei e joguei na cama, tirei minha calça, e sente em sua face, lhe roubei o ar, e recebi um delicioso oral, de vez em quando eu levantava um pouco, não poderia matar meu brinquedo sufocado. Estava bem excitada, então após gozar, levantei e fui pegar um alicate que tenho na bolsa, e comecei a cortar o plástico filme com o alicate, fazendo um pequeno buraco, retirei o cbt que fiz com lacres de plástico, com o alicate, isso assusta, ainda mais com a visão apagada por causa do plastico filme ao redor da cabeça. Coloquei uma camisinha, e sentei em cima do seu pênis, foi muito bom cavalgar, ele nada podia fazer, pois estava preso, e sem falar do peso do meu corpo, quando ele estava quase gozando eu parava, e isso durou um bom tempo. Gozei mais algumas vezes assim. Claro, depois ainda fizemos outras práticas. e brincamos toda a tarde de domingo. Eu me diverti muito, e tive muito prazer. Como será o próximo encontro?


quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Nova Mudança


São José do Rio Preto - SP

Acabei de ficar sabendo onde será a minha nova obra. 
A partir do dia 13/01/2014.
Uma surpresa, pois estava definido que eu iria novamente para São Luís do Maranhão, e achei estranho, mas existem coisas que acabam vindo para o bem, pois é uma cidade que não conheço, e terei a chance de fazer novos amigos, e conhecer pessoas novas, e quem sabe até novos escravos.

Alguém pode me dizer o que esta cidade tem de bom?

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Manhã de sábado, prefeita para uma primeira vez.

Vou contar o que eu gosto de fazer sábado de manhã, ver desenho animado, não gosto de novelas, ou telejornais, nem aqueles tenebrosos programas dominicais, ou semanais, eu me divirto vendo desenho animado, turma da Mônica, os pinguins de Madagáscar, os vingadores, eu geralmente estou na cama, sem nada para fazer, ou fazendo as unhas, e hoje de manhã estava fazendo as unhas, até que meu celular tocou, era o Skype, o toque é muito baixo, só percebi por que ele estava ao meu lado, era um candidato a escravo de Fortaleza.

Ele já tinha conversado comigo, acho que me encontrou no blog, não sei depois pergunto a ele, mas conversamos por e-mail, depois Skype, e isso tem quase dois meses, e a partir dai, tivemos todos os tipos de desencontros, ele me contou algumas histórias que me fizeram duvidar dele. Pois foram três desencontros grandes, primeiro ele tinha anotado errado o numero do meu celular, e eu não tinha perguntado o dele, ele me disse que chegou no lugar maracado, e não tinha como me ligar, achei a mais mirabolante das histórias, pois ele tinha que chegar e me ligar, e somente depois disso eu diria onde eu estaria, depois no dia que aconteceria o encontro, uma ou duas horas, depois da hora marcada ele me liga, disse que tinha caído de moto, fiquei preocupada mas ele me disse que foram apenas arranhões e não tinha quebrado nada, na terceira vez foi assaltado no ponto de ônibus, neste dia fiquei puta, pois ele me disse que estava saindo e nunca chegou no local marcado, neste dia eu xinguei muito, pois estava com raiva, mas alguma coisa me dizia que não era lorota, eu confiei nele, e dei algumas tarefas para fazer, trabalho mesmo, para ver qual era sua postura, e percebi que eu não estava errada.

Agora que começa a história iniciada, acima, eu deitada na cama, vendo desenho, quando o Skype tocou, era ele querendo uma ultima chance, eu simplesmente disse, só se for agora, saia de sua casa, e venha, as respostas demoravam, celular não é tão bom quanto o pc. Ele foi me mandando mensagens, avisando, quando estava quase chegando e quando estava no local marcado, então eu liguei, eu o estava vendo, do alto, conversando com ele o conduzi até minha casa, e começamos a brincar, a cada pratica, eu sentia seu corpo vibrar, primeira vez, primeira penetração, primeira surra, prendedores de mamilos, vendas, bondage, seu corpo respondia a cada toque a cada chicotada, seu corpo ficou todo molhado, transpirava tanto, que deve ficou completamente molhado, dos pés a cabeça, como se tivesse saído de uma piscina.

Um dos momentos que mais gostei, foi quando ele estava de joelhos, eu sentada na cama, libertei seus braços, passei meus braço ao redor do seu corpo, e puxei a corda que pendi o pênis introduzido nele, ele tremia, era tão intenso, ele por quase não conseguir se segurar de joelhos as mãos apoiadas na cama tentando manter o equilíbrio, o anus doendo devido a força que  fazia na corda, eu disse que ele poderia me abraçar, e foi um abraço tão forte, que nossos cheiros se fundiram, o seu corpo gritava, e o grito era tão alto, que não apenas escutei, como senti toda a vibração do grito.

Claro que esqueci de tirar fotos da brincadeira, acabei tirando algumas em sua melhor posição, de escravo pronto para servir.

Uma brincadeira boa

Na quinta feira eu tinha marcado, no inicio da semana uma brincadeira para quinta feira, um escravo disponível, isso foi antes da brincadeira de quarta, e não iria desmarcar só por que brinquei no dia anterior.
Foi como se o conhecesse de longa data, tínhamos brincado em público, e esta era a primeira vez que iriamos brincar sem testemunhas, e vou dizer que, foi uma brincadeira boa, do tipo que te faz relaxar, e ter uma boa conversa sem pensar na hora.


domingo, 24 de novembro de 2013

Em uma quarta feira qualquer....

Exatamente isso, em uma quarta feira qualquer, realizei minha fantasia, estava no taxi, voltando do trabalho, a caminho da minha casa provisória, fico no Skype para passar o tempo, meu brinquedo daqui me procura, falando que estava com um amigo no Skype, ele sabia de uma das duas fantasias, que tinha vontade de realizar, um encontro com dois escravos ao mesmo tempo, claro que ele pensava que seria as praticas normais, que eu costumava usar nele, mas nos dois escravos ao mesmo, ainda mais que a minha única exigência para realização desta pratica é ter dois escravos totalmente hetero, foi isso que eu falei para ele.
Então sem marcação prévia, nos encontramos, cheguei do trabalho tomei um delicioso banho, adoro banho, logo depois eles chegaram.
Lembro da última frase no Skype, eu não toco nele e nem ele em mim, acho que foi isso, ele previu o que eu desejava, eu queria não somente amarrar os dois juntos, fazer uma dupla penetração, quando coloquei luvas, e mandei que ficasse de joelhos com as bundas empinadas, eu os penetrei, quase um fisting, pois foram apenas alguns dedos, mas foi ao mesmo tempo, foi legal ver a interação e a diferença que cada um sentia a penetração.
Ou quando coloquei um de costas para o outro, fiquei no meio, e comecei a rodar o meu chicote de fio de telefone, batendo nos dois ao mesmo tempo.
Mas o ponto crucial da brincadeira, foi quando eu os vendei, coloquei um de joelhos, e outro de pé coloquei uma camisinha, e falei baixinho no ouvido do meu brinquedo cearense, abra a boca, faça isso pela sua dona, quero ver seu sacrifício, e ele abriu a boca, e o conduzi ao pênis do outro, ele quase engasgou, eu segurei pelos cabelos, e fiz movimentos de vai e vem com sua cabeça, claro que ele não fez direito, mas isso não importava, o que importou foi a entrega, um dos momentos mais bonito, a parte que me encantou, foi quando eu tirei a venda, e lagrimas escorriam pela sua face, pois foi um limite rompido, então coloquei ele de pé e disse para o outro, agora vc vai retribuir o que ele lhe fez, eles tentaram, fizeram oral um no outro, não funcionou, pois nenhum deles ficaram de pinto duro, será por que? Só por que eram heteros? Mas isso os fizeram não executar o próximo passo, a penetração.
Sempre falei que adoro podolatria, minhas brincadeiras sempre tem, pois fico molhada quando tenho os pés beijados e lambidos, sentir a língua percorrendo o meu pé, sentir meu pé na boca de quem me serve, também me dá prazer. Agora imagine, um me fazendo oral, e o outro beijando meus pés, foi ótimo, gozei deliciosamente, fiquei tão bem, que ao final da brincadeira, estava com muita fome, os brinquedos foram embora, e eu fui ao Barneys, jantar o melhor cachorro quente que já comi na vida, sentei sozinha, o lugar lotado, mas eu estava plenamente satisfeita, e neste momento as pessoas ao redor, o burburinho, nada me tirou do meu transe, e o sorriso do rosto.

sábado, 23 de novembro de 2013

16 horas, você aguenta?

Bem, se me perguntar, eu falo, se for de dia, começando cedinho, lá pelas 7 da manhã, eu diria que aguento, pois sou diurna, e o meu lado é o melhor pelo menos para mim, agora se for a noite, com uma Domme que dorme antes da 22:00 horas, eu diria impossível. Mas aconteceu.
Marquei com um brinquedo, quase uma nova primeira vez, pois se passou muito tempo desde a última vez que tínhamos nos encontrado, tipo 5 anos ou mais.
Normalmente as dez da noite, estou dormindo, mas acabamos nos encontrando as 21:30, fomos direto para o motel, estranho, conversamos amabilidades, como se tivéssemos nos visto semana passada, como está a família, e tudo mais, contando a parte que ele perdeu da minha história nestes cincos, anos não da para atualizar tudo, mas foi um bom começo, e comecei pela coleira, que eu adoro, pois foi um presente da minha amiga Rainha Frágil, mas para dar mais força, coloquei correntes e cadeado ao redor da coleira, prendi tudo com correntes, o plug inflável, que quase não entrou, braços, e o deixei amarrado, chicotes, chibatas, cabide usado como prendedores de mamilos, tudo e mais um pouco, foram algumas horas de pé amarrado na porta, depois soltei, pequenas torturas, mais cbt, mais chicotes, sexo oral, penetração, subia e descia dele, era o meu cavalo e eu o estava cavalgando, o estava usando, pois ele estava disponível, apenas para me dar prazer, e eu estava me divertindo com ele.
O grande problema é que eu não tinha sono, não sei por que? Não estava com vontade de dormir, e não dormi, o usei até as 4:00 da manhã, foi quando eu comecei a ter sono, deixei a corrente no pescoço, tirei o plug inflável, mas coloquei o gancho, nada de conforto para o escravo dormir.
Eu mesmo dormindo tarde, geralmente acordo cedo, exceto neste domingo, que acordei deveria ser 10:00 da manhã, e adivinha, continuamos a brincadeira, saímos de lá quase 13:00 horas, foi uma noite bem longa e divertida.

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Entrevista

Tem um blog, que apesar do foco do blog dele ser um braço diferente do meu, pois é de Swing e o meu de BDSM, existe um respeito bem grande, e gostei de como fui convidada para uma entrevista, ela foi publicada, e o link segue abaixo:

http://oeroticoeprofano.blogspot.com.ar/2013/10/entrevista-da-semana-raiha-pandora.html


domingo, 13 de outubro de 2013

Via celular

Esta será minha primeira postagem via celular. Vamos ver se me adapto. Digitar neste pequeno teclado é estranho, mas quem sabe eu me acostumo.
Bem estou na roça, faz tanto tempo que não venho aqui, estava com muitas saudades, churrasco delicioso feito pelo melhor churrasqueiro que conheço, meu pai. Quem come o churrasco que ele faz não esquece. Cervejinha gelada. E família, digo a todos que minha família é muito importante para eu. E o grande conselho que dou é que dêem valor às suas famílias, pois ela é sempre seu ponto de apoio. Estou tão feliz de estar aqui, que nesta viagem de folga não marquei nada no fim de semana. Verei meus queridos amigos na segunda a noite. E não poderei visitar outros que gosto tanto. Mas dezembro está chegando e terei mais tempo em casa.
Acordar domingo de manhã escutando passarinhos, o chato do galo, o frescor da manhã rodeada de verde renova as minhas forças. E me prepara para mais uma boa temporada de trabalho em Fortaleza.

domingo, 6 de outubro de 2013

Visita com beneficios

Não, não era sexo o beneficio da visita.

O primeiro e o melhor foi conversar com minha amiga Rainha Frágil, a recebi em minha casa, e fomo conversar, não colocamos nossa vida em dia, acho que estávamos nos vendo pouco, ou quase nada, da outra vez que estive aqui, era duas vezes por semana, sempre dávamos um jeito de nos encontrar, acho que esta vez estou trabalhando muito, ele bem ocupada, mas vamos dar um jeito nisso.
Pois sua visita sempre me alegra.

O beneficio é que ela trouxe uma empregadinha para nos servir, e vestida a caráter, o Roger ficou lindo de kelly, e foi uma noite excelente.

Temos que repetir mais vezes.

Meu brinquedo fortalezense

Fortaleza está me saindo uma cidade bem divertida, apenar do muito trabalho, eu sempre dou um jeito de me divertir por onde passo.

E tem um brinquedo que já usei algumas vezes, e está ficando cada vez mais divertido, desta vez eu fiz uma mumificação nele, poxa, ficou ótimo, usei dois rolos de filme, para ficar bem firme, antes é claro, para não ficar tão confortável, eu coloquei um plug inflável, com vibro, miséria pouca é bobagem, e fiz um cbt bem, bem apertado, claro que não inflei o plug antes de ele estar totalmente imobilizado, e para ficar pior, deixei ele quase duas horas imóvel, e de tempos em tempo, inflava o plug, deixava na maior potencia do vibrador, ele ficou quase louco, com o rabo sem uso, entro bem apertado, imagine quando inflou.

Eu deixei o nariz de fora, pois o escravo tem que respirar, mas de vez em quando até o ar eu lhe roubava, uma dica, nunca use plástico, para asfixia, nem muito menos apertando a traqueia com força, a maneira menos perigosa é com as mãos, eu prendi o nariz dele, por 30 segundos de cada vez, com dois dedos, apenas para ter a sensação da falta de ar, tem pessoa que aguentam muito, mas isso só com o tempo e muito treinamento, não façam isso em casa.
Depois de uma hora e meia o joguei na cama, peguei uma tesoura e abri o buraco na boca, e sentei em cima, enquanto ele me fazia oral, perdia o ar, e levantava aos poucos somente para ele tomar folego e continuar o trabalho.
Imaginem o calor de Fortaleza, apesar do vento que corre pelo apartamento, o escravo embrulhado dentro de plástico com uma temperatura altíssima, depois de algum tempo fica quase insuportável, e depois de duas horas?
Depois do oral descidi tirá-lo do plástico, claro que não poderia ser de maneira fácil, para que facilitar se eu posso complicar. Eu não tinha cigarro, para fazer o picote no plástico, então foi no fosforo mesmo, acendia o fosforo apagava o fogo e deixava a temperatura da cabeça do palito fazer o picote, ele ficava gemendo, mais de medo do que de dor, pois não chegava a queimar, e nem tinha como o palito estava apagado, usei dezenas até fazer a quantidade necessária. Depois peguei a tesoura e disse, movimentos bruscos não serão bem vindos, pois estou com a ponta de uma tesoura passeando pelo seu corpo, imagine, ele ficou perfeitamente imóvel, nada como um bom estimulo para ter o que se quer.

Play Party Fortaleza

 
Fui convidada para um pequeno encontro na casa de minha amiga Rainha Frágil, ela chamou alguns amigos, e acabou virando uma festa, e que festa divertida.
Foi uma festa tão boa, tranquila, cheia de amigos, pessoas interessante e divertidas, eu é claro me esbaldei, brincamos de spanking, CBT, tramples, podolatria, tortura em mamilos, rimos muito, detalhes, como costumo fazer, desta vez não vai ter, mas para suprir tal falta, vou colocar fotos da nossa divertida brincadeira.
Claro que teremos que repetir este encontros antes que eu vá embora de Fortaleza, pois foi muito, muito bom.












terça-feira, 1 de outubro de 2013

Ainda provoco medo

Muitas pessoas que andam lendo meu blog, estão com medo de mim, acho estranho, pois não sou uma pessoa que mete medo nas outras, tenho postura firme, autoridade natural, mas eu sou Domme é de se esperar isso, não é mesmo?
Minha amiga Rainha Frágil me disse que as minhas fotos no blog estão afastando os escravos, eu disse que nada, estão mesmo é afugentando quem não é sub, ou ainda não tem certeza do que quer, pois se repararem bem, de todas as postagens, apenas uma é muito hard, e acham que cortei a pele no chicote de todos os escravos que tive? É claro que não.

Bem, mas vamos ao motivo do título acima, eu fui em BH a duas semanas atras, e na segunda feira, marquei com um escravo que costumo usar, já tem uns 5 ou 6 anos que nos conhecemos e nos vemos raramente, de 3 em 3 meses, dependendo da minha frequência em BH, e da agenda dele, é sempre difícil conseguirmos conciliar um encontro.
E desta vez nem era para acontecer, pois os dois tinham muitos compromisso, mas acabou acontecendo, marcamos então em uma segunda feira, falei para ele levar silver tape, uma fita bem resistente, o amarrei feito frango assado, adoro esta posição. Depois de deixá-lo bem preso, coloquei minhas luvas, e disse bem baixinho no ouvido dele:
- Minha puta, agora que vc está bem preso, não tem como sair, eu vou comer vc, vou invadir o seu rabo, e sou vou parar quando minha mão estiver dentro de vc, quero ver vc gemer de dor.
Pois nem gritar ele podia já que estava com fita na boca e nos olhos. Então passei gel nas luvas e comecei a alisar o anus, ele deu uma travada, acho que estava com medo, eu adorei isso, pois depois de tanto tempo ainda provoco medo nos meus escravos, e ao falar no ouvido dele acho que intensifiquei o medo, pois ele estava amarrado, vendado, e amordaçado, sabia que não conseguiria gritar, nem se mexer, e ao começar a brincara com seu rabo, ele foi ficando agitado. E olha que estava ainda nos dedos, iria demorar um pouco até chegar na mão, ainda mais no punho, então aconteceu algo que nem eu nem ele imaginava, ele começou a ficar inquieto, tanto, que soltou um dos braços, e quase machucou o outro.
Claro que neste momento a brincadeira acabou, principalmente por que clima também, mas fiquei surpresa, o quanto ele ainda sentia medo, pois achei que depois de tanto tempo, eu precisaria me esforçar muito mais para que ele sentisse o medo que tanto me atrai.






Em BH, brinquedo novo


Estranho como em BH, me sinto feliz, e as brincadeiras são muito mais divertidas, e também mais sortidas.
Como não vou lembrar de tudo o que aconteceu, pois por causa de programas que eu mesma instalei no meu pc a internet não abria, e não conseguia atualizar o meu blog, portanto fiquei com problemas para postar, eu até consegui fazer um poste pelo celular, mas ai, tive problemas com fotos, pois não sabia colocar, e olha o tempo vai modernizando e a gente até tenta acompanhar, mas como os brinquedos tecnológicos são novos, ainda estou aprendendo.

Como um brinquedo novo que arrumei em BH, já tínhamos conversado a muito tempo, mas acho que ele estava com receio de se encontrar comigo, lembro da primeira vez que eu liguei, parecia que ele estava com o carro cheio de gente, e quando eu falei com ele, ele tomou um susto tão grande que acho que deixou o celular cair no chão, escutei barulho por causa disso, e falei que conversaríamos depois. Mas este depois demorou muito, eu não tenho tanta pressa, posso esperar até o escravo se sentir seguro, é claro que o escravo pode ter todos os medos e receios do mundo, a primeira vez é sempre mais complicada.
Eu me diverti com ele, pois ele tem bastante resistência, e como eu não o conhecia, não dá ir até os limites. Começamos devagar, foi divertido. No futuro ele será um excelente escravo. Atitude para isso ele tem.
E bons joelhos, a idade também ajuda, pois ainda não tem nada dando defeito. Mas aconteceu algo estranho comigo desta vez, ele tinha um lindo crucifixo de madeira pendurado no pescoço, e pela primeira vez me incomodou, eu me senti estranha,seria culpa? Não, pois não sinto culpa de algo que me dar tanto prazer, e tem mais, eu resolvi de maneira simples, retirei-o do seu pescoço e devolvi depois que a brincadeira acabou.

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Começando a brincar.

Brinquei algumas vezes em Fortaleza, eu amo esta cidade, mais por que a Rainha Frágil, uma grande amiga mora aqui, do que pela bela cidade que é.

Minha amiga sempre me recebe bem, e sempre me faz sentir em casa e confortável. Ela é meu porto seguro, uma amiga para contar a qualquer hora, e a qualquer momento, uma amizade que já tem 7 anos, e pelo andar da carruagem vai durar muito, muito mais.

Agora sobre as brincadeiras que tive, foi com um escravo que conheci a 7 anos quando tive aqui pela primeira vez, brincamos uma unica vez, mas depois que eu voltei para minha nova temporada em Fortaleza, estamos brincando sempre.

Fotos da primeira brincadeira.