.

" Em momentos de crise, só a imaginação é mais importante que o conhecimento".
(Albert Eisten)

domingo, 3 de janeiro de 2010

tanta coisa a contar

Tenho tanta coisa a contar, e tão pouco tempo para escrever.
primeiro este fim de ano foi bem diferente dos que tive nos últimos anos,
Como disse estava no sertão e visita a minha família, estava com muitas saudades da minha avozinha, tinhas seis anos que não há via, e eu pensei que nunca sentira tanta saudades assim de uma pessoa que amo.
Quando cheguei na sua casa, lhe dei um abraço com tanta força, que senti meus olhos enchendo de agua, que vontade de chorar, olhei para cima para segurar as lágrimas, me arrependi, deveria ter deixado ela ver, o quando a amo e o quanto estava com saudades.
Dois dias depois da minha chegada, minha tia que tinha levado os exames da minha avozinha para o médico olhar, me liga chorando, disse que era para levar a minha avozinha, que não era para falar com ela, mas o médico queria vê-la, que a dr de cabeça era um coagulo no cérebro, e contactou um neuro-cirurgião, e me falou para ir direto para o hospital, meu coração começou a bater mais forte, difícil, disfarçar o medo, a angustia, e todo o turbilhão de sentimentos que passou pela minha cabeça naquele momento, mas eu fui. e não chorei.
Como minha tia estava com oito meses de gestação, ela não pode entrar com minha avozinha, então eu entrei, o médico era muito simpático, e marcou a cirurgia para a retirada do coagulo em dois dias, e ainda falou, vamos operar antes para que ela passe o natal com a família, ele me deixou tranquila e passei a mesma tranquilidade para todos que estava me esperando, pois apenas uma pessoa poderia acompanhá-la, foi estranho ao sair, trinta olhos e suas faces inertes, esperando o que eu tinha para falar, repassando o que o médico me disse, foi uma grande responsabilidade, passando segurança mas com tanto medo quanto qualquer uma na sala.
Chegou o dia da cirurgia, fui dormir com a minha avó no hospital,
nunca tinha passado tanto tempo em um. cheguei as 13 horas com ela e mais 15 pessoas, mas somente eu entrei, passei a noite toda acordada, foi a noite mais longa da minha vida, vi uma mulher morrer na minha frente, uma sensação de tristeza invadindo minha mente, fiquei na frente da minha avó, pois era uma enfermaria com 8 pessoas, de repente tinha, médicos enfermeiros, a redor de uma mulher, tentando ressuscitá-la, em vão.
fecharam tudo e deixaram seu corpo lá, até outra pessoa vir buscar.
Quando o cirurgião passou lá tinha muita coisa a perguntar, pois da primeira vez não perguntei tudo o que deveria, sobre a cirurgia de minha avó, e nossa ai fiquei preocupada, com medo, mais do que tinha sentido antes, as 8:00 da manhã minha mãe chegou para me substituir, sair de lá calada, foi a casa de minha tia, lá entrei no banheiro, e chorei, chorei tanto, como nunca chorei na minha vida, me caiu um grande medo do que poderia acontecer, chorei durante o banho, trocando de roupa, e deitei na cama e adormeci.
Acordei no inicio da tarde, serena, quando acordei me falaram que a minha avozinha fora operada enquanto eu dormia, naquela manhã, dois dias depois ela estava de alta médica, nossa fiquei tão feliz, pois tinha ocorrido tudo bem, e voltamos para a casa dela. e tivemos um belo natal em família e como o médico tinha previsto ela passou conosco.
No ano novo, passei no único baile da cidade, até as minha unhas eu pintei de amarelo, um amarelo ouro bem berrante, quero ver se não ganho dinheiro este ano, e é claro com uma bela calcinha vermelha, foi um ótimo fim de ano, me diverti muito, revi pessoas que amo, farei isso mais vezes, e vocês meus amigos, me falem o que fizeram no final do ano de 2009?

9 comentários:

.:luiza:. disse...

Po nega, que bom que sua vozinha tá bem!! Graças a Deus. Passar a noite em um hospital é triste. Passei com mainha e espero não repitir. Graçasa Deus mainha também está legal.

Mas que bom que sua viagem foi boa!!

Tomara mesmo que vc ganhe bem dinheiro e passe aqui em Salvador !=)

A minha calcinha também era vermelha!! *_*

Tô com saudaaaaaadeeeeeeeee!

Ah, fez a simpatia da lua? ahahaha

Mostrar a bunda pra lua e dizer: lua, olha minha bunda! Ridículo né? HAHAHAH eu fizzzzzzzz \o/

Se bem não fizer, mal nãofará. Pelo menos minha bunda tá mais iluminada! kkkkkkkkkkkkk

Xero nega!!

escravo roger{RF} disse...

Além de ter passado nervoso, acabou tudo bem e ainda deu tempo de se divertir!

A Rainha Frágil e eu passamos o Ano Novo com a mãe dela, na praia da Beira-Mar. Vimos os fogos foi lindo. E o resto do feriadão foi junto com minha Dona também.

Saudações! :)

Pandora disse...

Nega,
Queria ter conhecido sua mainha, só falei com ela pelo telefone, mas ela parece daquelas baianas arretadas, e cheia de vida, mas ainda terei tempo, nos conheceremos.
Eu não sabia que mostrar a bunda para lua, dava sorte, mas sei que nerece toda a sorte do mundo.
Pela pessoa doce e linda que vc é
Beijos, te adoro.

Roger,
meu amigo, é bom passar o ano novo com pessoas que gostamos, manda um beijo para a Portuguesa, aquela mulher forte, e doce. Um outro para sua dona, minha amiga de infãncia, e que todo o ano de 2010 seja feliz não somente a passagem.
Beijos para vc.

[Galuiza] disse...

ahahaa até hj mainha pergunta de vc!!


Cadê a Pandora?Nunca maisouvi vc falar dela.

Ah, eu não falo mesmo. Falar dá saudade =(

Um xero meu bemmm!

Ps:. Ah eu não sei se dá sorte apresentar a bunda pra lua. Bem, se bem não fizer, mal não pode fazer. Ao menos São Jorge viu... Vaique ele se inspira e me dá um tapa celestial?

Pandora disse...

Oxe, oxe, oxe,

Pois eu falo,
sempre falo de voc~es para ver se a saudade diminui.

Fala para sua mainha, que mandei um beijo,

e espero que São Jorge, lhe dê o tão esperado tapa,

Xero,
Beijos.

MeNiNa MaLvAdA disse...

Oi querida!
Saudosa de seus posts aqui e muito emocionada ao ler a expectativa, angústia que passaste aí com sua avozinha, mas Graças ao bom Deus tudo acabou, né?
Eu passei a virada de plantão, é faz parte, e quanta dor, acidente, gente que faz um balanço das coisas e acha que não valeu a pena ter vivido ou estar vivendo..que triste isso. Nessas horas eu penso que os Bêbados que vomitam no meu jaleco são os que dão menos problema, o porre vai passar e glicose neles..rsrs A vida é tão preciosa e muita gente ainda não se deu conta disso, que existe luta ainda que exista a dor..Feliz ano novo, querida!

Pandora disse...

E verdade,
temos que dar valor as coisas, boas da vida.
Pois estamos cheios das ruins, é a companhia de familia e amigos, sempre são as melhores.

Um grande beijo,

E espero que no fim deste ano não esteja de plantão,
e que nos conheceremos antes do mesmo acabar.

MeNiNa MaLvAdA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
MeNiNa MaLvAdA disse...

Opa também espero não estar de plantão e adoraria vê-la, amiga!!! tirei a outra postagem porque acabei comendo letras..rsrs deve ser a fome que estou agora..rsrs bjos!!!